Barco Naufragado (Xote, Arrasta Pé)

Sou gamado na  Zoraide, sou gamado na  Zoraide.
Sem você não sou nada, venha ver este  alcaide.
Zoraide me olha de lado, é vesga com seu enfeite.
Me ame no tempo certo antes que eu me despeite.

Zoraide dá tiro certo, varando meu coração.
Vejo Zoraide dançando lá no fundo do salão.
Ciumento todo dia, quero proibir os flerte.
Sou gamado com impulso nunca me deixe inerte.

Sem ter outra no mundo pra que meu peito aperte.
Só com a querida Zoraide que meu coração favor que acerte.
Meu amor igual cascata constante derrama e verte.
Meu coração é pra Zoraide quero só ela que me concerte.

Zoraide prove meu amor não reparta com outro dono.
Zoraide estando ausente afugenta o meu sono.
Sou barco naufragado se deixar eu no abandono.
Sem você nos meus braços sou um amado primata mono.

Composta em 29 de outubro de 2006 – às 17h39

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments