Lírio Murcho (Arrasta Pé)

Luiza o meu coração só bate imperriado.
Sem você no meu sertão sou um maracujá enrugado.
Fico caído no chão  por todos serei pisado.
Luiza volte aqui que eu estou esperando.
Mate minha saudade estou agonizando.

Luiza volte nos meus braços não me deixe arrasado.
Eu cantava igual sanhaço hoje estou desafinado.
Sou  lírio murcho no terraço  ninguém olha do meu lado.

Luiza te espero confiante de voltar ser seu namorado.
Repito seu nome a todo o instante sou maior louco apaixonado.
Tua foto olho radiante na canso de ficar encarado.

Luiza aproveite a primavera o sertão esta perfumado.
Volte ser como você era vou buscar-te no povoado.
A felicidade impera com festejo continuado

Composto em 26 de outubro de 2006 – às 18h10

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments