Casadão (Baião)

Eu andava só tristonho para mim não tinha jeito
Não comia não dormia o choro regava o leito
Meu labor era em vão nada mais tinha jeito
Hoje sou um casadão homem de grande respeito.

Não toco mais violão pode ir às favas o peito
Tinha insônia e melancolia hoje muito cedo eu deito
Pus cadeado no portão nem amigos eu aceito
Hoje sou um casadão homem de grande respeito

Meu amor é sem limite não tem hora de ir pro eito
Dia inteiro preparado todo carinho não enjeito
Prolongar lua de mel ano inteiro satisfeito
Hoje sou um casadão homem de grande respeito

Eu vivia só chorando empanturrado com despeito
Era um tanto simplório hoje tenho preconceito
Os minutos e segundos tempos inteiro eu aproveito
Hoje sou um casadão homem de grande respeito

Era torto igual anzol hoje sou homem direito
Todos chamam de seu dito não tratam mais de sujeito
Nas próximas eleições quero ser um bom prefeito
Hoje sou um casadão homem de grande respeito

Composta em 18 de outubro de 2006 – às 12h08

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments