Herança dos Pais (Baião)

Teu caráter e sensatez herdaram dos seus pais maternos.
Toda atitude elogiável eu registro em meu caderno.
Relatando o meu amor do interior trago ao externo.
Sem você em minha tutela o mundo inteiro é um ermo.

Por causa do meu bem meu coração está no cerno.
Se não pousar logo em meus braços fico enfermo.
Nosso romance de amor silenciou está no caderno.
Não me condene que não vou resistir o inverno.

Tempo passa e meu desespero está exausto num hiberno.
Igual serpente anestesiada sem você sou um  Palermo.
Mude teu coração e venha sou um poderoso espermo.
Se gostasse que alguém me matasse eu estava seco nos infernos.

No decorrer dos decênios nosso amor tornou fraterno.
Vamos nos congratular desenvolver amor eterno.
Liberte o meu coração preso a chaves num interno.
Sou pobre e na loto não ganho nenhum terno.

Composta em 27 de novembro de 2006 – às 16h58

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.