Imã em repulsão (Baião)

Nosso amor não compreendido  foi um imã em repulsão
Repudiei sua atitude  incógnita sem solução
Isenta rasa de amor vermelho  foi seu cartão
Sem o denominador comum é teu ingrato coração

Ao ler no teu relógio sem número qualquer digitado
Suas energias evaporaram  voltou onde foi transplantado
Vida frívola miolos ocos  voltou comer o vomitado
Amor sadio sem interesse  falso amor já acostumado

Deixando sua história presa na internet 
No saite vergonhoso que o mundo reflete
Sem o fio da meada sem ter quem os complete
Avança num vácuo escuro ilusão sempre repete

O pior esta no futuro  sofre tanto ao lembrar
Da arvore frondosa frutífera  com fatura pra saciar
Hoje cansa sem minha sombra sem ter amor para te abraçar
Remorsos  corroem em soluços  solitária  curtindo só azar

Composta em 13 de novembro de 2006 – às 9h52

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments