Inferno nos Aguarda

Esta vida é um buraco tudo é buraco

 

Eu saí de um buraco e entrei noutro buraco

No útero de minha mãe fiquei encastoado num vácuo.

Encarcerado espremido dentro de um saco.

Nove meses de prisão e saí do opaco.

 

Esta vida é um buraco tudo vira em tabaco.

 

Sofri num mundo bom e a vida mais a vida virou caco.

Fui  mensalão empanturrei todo sucesso ensaco.

Logrei tudo e me logrei nenhum ponto eu destaco.

Precipício não faltou disputei tudo no taco.

 

Esta vida é um buraco é perrengue o polaco.

 

Casei fui cair na fogueira pulando igual macaco.

No final estou aguardando em cair noutro buraco.

A cratera que me aguarda é o inferno que abraço.

A sepultura que prepara vai encerrando e aplaco.

 

Esta vida é um buraco para o coitado do Paco.

A velhice deixa corcunda transformei em retaco.

Pobreza e morte rodeiam frustrado mesmo ataco.

Fico igual boi no açougue destrinchado em naco.

 

Esta vida é um buraco esta vida é um buraco

 

Início no sufoco saindo dum buraco penetrei noutro buraco.

Sufocado em buraco a nossa vida é um buraco.

Comecei e encerrei final é corroer num buraco.

Ò vida de buraco Ò vida de buraco perdi até o casaco.

 

Vida de buraco e não sou só eu pro mundo eu destaco.

O mundo inteiro acostuma viver só em buraco.

 

Composta em 27/10/2012

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments