Jardim Ressecado (Baião)

Filho que apareceu não era meu, autoridade reconheceu.
Sou estéril você não venceu fracassada aonde pendeu.
A jaca quem comeu foi o Amadeu, Eristeu ou o Alceu.
Envergonhada no gafe que deu comigo o assunto morreu

É outros que na fonte bebeu no motel do Irineu
É preto o verme que nasceu eu sou polaco você polaca raça europeu.
Chupim filho de plebeu será que sou tico-tico por você encher o pneu.
Amor desse tipo nasce com aborto e no ninho faleceu.

A desgraça não reconheceu viu que cheirou aquilo que fedeu
Pois lá no juiz ela gemeu envergonhada e descarada do que aconteceu
Fez uma madrugada e não amanheceu distante daqui ela me escreveu.
Pedindo perdão da peça que corroeu procurando o que não perdeu.

Porque os falsos amores dela correram cargueiro caído do lado se e pendeu.
Pensão familiar eles não forneceu flor murchou depois que colheu.
Jardim caustico de seco e na sua horta não choveu plantou sem ajuda de Deus.
Procure seu umbigo onde nasceu porque em outra parte não favoreceu

Composta em 06 de novembro de 2006 – às 11h51

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments