Linda cor de Carmesim (Baião)

Ó Carmelinda porque você olhou pra mim. Fez recordar quanto seco está o seu jardim.
Porque raspou destruindo flores e capim. Porque castiga judiando o meu coração assim.
Não raspe mais deixe criar o estímulo de xaxim. E provará ó quanto gosta de mim.
Jamais canso em fazer cafuné no seu jardim. Escorrego na pirambeira de geléia ou pudim.

Tenho coragem por ver agarrado em mim. Já não passeio mais por ver raspado seu jardim.
Naquele banco eu sentava cariciando seu jardim. Coração batia fortes beijos não tinha fim.
Quero lindo gramado em volta do seu jardim. É com flores e capim no seu lindo jardim.
Com ligas cor de piche em rodeados de xaxim. Centro da flor encarnada cor de carmesim.

Ó Carmelida não por meu dinheiro que você me ama assim. É por garanhão ztemelado  do jardim.
Ó Carmelida continue tocar o meu clarim. É dos meus beijos que você abandonou o Serafim.
Ó Carmelinda  de amor intenso por mim. Serei seu jardineiro e ver sorrir pra mim.
Ó  Carmelinda com jardim formado tornarei a vim. Amo de verdade num mundo de cupim.

Composta em  25 de setembro de 2007 – às 9h02

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments