Mundo Modelar (Baião)

 

Há quanto tempo sonhava aquele dia em ver você com alegria.
Assinar o nome no cartório. Com meio século nosso amor intensifica.
Cada vez mais multiplica. E sem filial isento  de falso assessório.

Ganhei uma mega loto que sua mãe presenteou sabe bem que nosso amor.
É cabedal que adquiri. Prova são uma seleção doze filhos que você gerou.
É riqueza que no coração ficou aonde só se vê rico falir.

No mundo novo, ricos vive roubando crianças pra ter em suas heranças.
Morando num mundo vazio. Alto preço, dum ventre fertilizante.
Um produto que garante do quais ricos esse gosto jamais sentiu.

Na juventude, usam todos os preservativos sem companhia de vivos.
Que enriquece o nosso lar. Os ricos pobres roubam pobres abastado.
Com filhos rodeados dá ciúme exibe fracassado num mundo modelar.

Paupérrimos que sem vergonha roubam criança, essa riqueza não alcança.
Perdem o seu tempo no manobro da felicidade. Quando tem um filho.
Ainda não põem em bons trilhos é um nojo latente nas sociedades.

Composta em 8/11/ 06

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments