Adélio Carlini Baião Presente do Além (Baião)

Presente do Além (Baião)

Tenho de gostar tanto dela por ela não ter amor fingido.
Jamais dispensa meus carinhos e temos amor colorido.
Olhando o lindo rosto dela fico tudo convencido.
Com cabelos soltos nos ombros parece um cafezal florido.Ele é isenta de pintura mais é linda em estilo comedido.
Elos de amor aumentam com todos os anos vividos.
Ela guerreou com suas colegas para eu ser o seu marido.
Não dá trégua na vitória por tudo que foi conseguido.

Passamos todo o tempo brincado igual às nuvens que vai e vem.
Balançamos nosso corpo todo com massagem em meu acém.
Com ela sou tudo na vida sem ela sou farrapo e não sou ninguém.
Sou uma nave vagando sem rumo é só tristeza que contém.

Amo tanto minha grisalha sem permuta por mais de cem.
Ela não pinta as sobrancelhas e gosta de fabricar neném.
Não gosta de passear na praia detesta e não quer fazer o ENEM.
É eu que sou o diploma dela diz que só eu sou o teu bem.

Não passeia de carro ou de avião não conhece a praia de Belém.
Conhecemos é amor sincero esta riqueza não tratamos com desdém.
Ela é a maior das riquezas presente que veio do além.
Ela não é mulher moderna empatou comigo também FALADO
É não sou de fala fina não uso novos dicionário.
Somos dos antigos de qualidade amor iguais de canários.

Composta em 13/11/2012

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdo relacionado