Devolva a Felicidade

Só a saudade sem convite que ficou. Fiquei sem o meu amor.
Isolado a felicidade ausentou. Em sufoco sem piedade me deixou.
Oi o que faço sem obter meu amor. Devolva a felicidade por favor.
Que a esperança se perpetua e avança Lágrimas cooperando com a dor
Não deixe a saudade reter o pior. Seja como a tempestade que passou.
Felicidade encrenque sem piedade. Porque a saudade me envenenou.
Oi amor é só voltar aqui mesmo eu estou. A esperança ainda não findou.
O mundo que numa frescura te engodou. E recordação em nada adiantou

Felicidade dê um tranco na saudade mande ela bem distante para o exterior.
Nada resolve chorar depois que a morte nos separou do pesadelo que atuou
Sou um cravo isento de espinho mais a Rosa armada quem infeccionou.
Indefeso sem advogado mais Deus. Foi quem não dorme veio e me libertou.

Composta em 7/2/2015

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments