Saudade Expande

Perguntaram saudade de quem, de meu amor sim, de meu amor.
Foi embora e até agora não voltou, oi como dói esse amor.
Se choro é com razão porque meu coração, abalado esmiuçou.
Morra saudade porque a felicidade se mudou, a vida se arrasou.

Sem existir cura depois da ruptura destino transformou, tudo desabou.
Se a Elza não volta nada mais me importa meu zelo, e modelo acabou.
Quanto vale um elo tudo fica belo é fragrância, dum jardim em flor.
Comigo não aconteceu de começo já morreu, o vento veio e levou.

Felicidade volta a nascer põem fim em meu sofrer, sem piedade apossou.
O que tenho sofrido não há sentido não é ordem, de nosso Criador.
É sinal de uma força estranha surra e não apanha, os golpes de maior dor.
Se não melhora desde agora todo meu fracasso sem ela, nada mais eu sou

Composta em 12/4/2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.