Vida Solitária (canção)

 Biologia dá estudo e resolve. Necessário para a terra.

Fotossíntese nos ajuda. O pedido é do poderoso sol.

Mais onde olho eu vejo você. Rebatendo cerca me ferra.

Você é minha aurora celeste. Ou o meu mais belo arrebol.

Você vive noutro hemisfério.  Mais vejo  risonha em meus braços

No idílio amor que fulgura. Na prevista sinceridade e esmero

Delirando nosso amor em sonho. Distante resulta em fracasso.

Vou aguardando sua volta querida. É contínua a fase de desespero

Vivia num Recôncavo fértil. Do qual eufórico saliento.

Hoje aqui sem poder de amar. Minha vida resume e fulmina.

Sinta saudade igual ao eu. Venha embalado na força vento

Amor igual ao nosso. Jamais isola e não termina.

Quero junto a mim em apoio. Quero amar a todo momento.

Só o amor rijo que sobra. Depois desta vida precária.

Ter vida com felicidade. Daí me livra do sofrimento.

Ansiedade apodera fico amuado. Ter uma vida solitária.

Composta em 30/6/2013

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments