Conte com os Salmos para se Proteger

 

De dia clamei também de noite adiante de ti Salmos 88:1, Jeová minha salvação
Inclina os ouvidos ao clamor suplicante diante de ti chega minha oração.
Minha alma teve bastantes calamidades minha própria vida esteve em baixo do chão.

Fui considerado aos que descem ao poço, depois de forte hoje sou frágil varão.
Libertei entre os mortos da sepultura fiquei sem ajuda cortado da sua mão.
Fugiu esperança dentro de um abismo profundo me atribulastes nas ondas de rebentação.

Conhecidos afastaram longe de mim meu olho desfaleceu por tanta tribulação.
Invoquei a ti constantemente atribulado  estendendo as palmas da mão.
Será que fazer –te hás maravilhas aos mortos será que  os impotentes na morte se levantarão.

Sou detestável restrito não posso sair sei que os mortos não elogiarão.
Declara a benevolência na própria sepultura, penetra tua fidelidade no lugar de destruição.
Ou tua justiça na terra do esquecimento e vai conhecer maravilhas na escuridão.

Composta em 9/7/2009

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments