Salmos Cento e Quarenta e Dois

 
Com minha voz passei a clamar socorreu o Deus de salvação
Minha voz implorou a Jeová relatei minha preocupação
Minha alma só confiava nele Dando fim na minha imensa aflição
Meu espírito tinha debilitado mais Jeová conhece e veio na direção
Na verdade que eu ando cambaleante e há flechas e asalpão

Olha para a direita e vejam jamais alguém deu a razão
Havia perecido o lugar de refugio jamais indagam se vivo ou se estou em caixão
Clamei a Jeová por socorro nesta terra refugia meu quinhão
Clamor suplicante empobrecido Jeová vem veloz presta atenção
Livra-me dos perseguidores porque mais forte é que eles são

Tira a alma fora do calabouço para que seu nome tenha admiração
Ajunte os justos em torno de mim porque age comigo como um cristão
Este salmo 142 nós vemos Davi afugentar dos irmãos
Inimigos na obra de Jeová inveja traz forte altercação
Em desespero fiel israelitas foi comovido proferir oração

Composta em 31/10/2009

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.