Cisne Garboso (Cururu)

Com A escrevo amor com L escrevo lembrança
Amor maravilhoso do meu tempo de criança
Lembrando o passado feliz não  havendo desconfiança
Você me abraçava e beijava  quando a maré estava mansa
Nossos caráter conhecido seus pais nos dava confiança

Os anos foram passando você aumentando elegância
O casamento em santidade na castidade e constância
Vivemos decênios amando relembrando a infância
Coisa mais linda da vida quando a velhice alcança
Romance de biblioteca que nossa vida avança

Lindos prazeres que eu tinha  cariciar seus cabelos de trança
Contando histórias aos netos que reconhecem nossas pujança
Nosso Deus deu colorido e no seu calendário ele lança
Com a próspera felicidade  que em sua rede balança
Nossos cabelos branquinhos nos garantindo as alianças

Bodas de prata e de ouro união de longa distância
Não enfrentamos tempestade temos sobra de bonança
Com bons relatos local que com a vitória nos dança
Nossa casa cheia de amigos roteiro da minha estância
Sou um cisne garboso uniu a garça e a gansa

Composta em 14 de novembro de 2006 – às 20h43

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments