Fazenda Igual Planeta.

Fui criado no sertão. Em terras de areia preta.

Ganhei dinheiro e sou rico. Notas em sacos e gavetas.

Nos dias que vou numa festa. Conforme vem na veneta.

Levo meu anel de brilhante Criançada vão na carreta.

 

Conquistei a joia rara.  Tendo o amor da Antonieta.

Não costumo ir passear na cidade. Nessa vida de careta.

Minhas filhas virtuosas.  Não aprendeu cair em sarjeta.

Sou boiadeiro afamado.  E trabalho de machado e picareta.

 

Meu filho não é musico. Mais sabe tocar bem corneta.

As filhas mostram a raça, Só tem bebes de provetas.

Sabem pontear viola. São craques em tocar flautas e clarineta.

Pois provém de família rica. Mais eu noto tudo na caderneta.

 

Cartão de crédito é livre. Na mordomia abancam as borboletas.

O luxo e dinheiro de enxurrada, Todos querem puxar a teta.

Não sei como será meu futuro. Convicto que não derreta.

Pois ganhei muito dinheiro Fazenda é uma geodesia é igual planeta.

 

Composta em 3/10/2017

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments