Ganho em Metamorfose (Cururu)

Zé mineiro homem de bem deixou o pai grande fazendeiro.
Veio de Minas Gerais ao sul ganhar mais dinheiro.
Arranjou uma esposa orgulhosa viajou em trem de passageiro.
Estabeleceu no Paraná ficou rico interesseiro.
Deixou a esposa agir a mercê todo mês viajando a Minas Gerais.
Desenvolveu um coração traiçoeiro arranjou amor com lindo rapaz.
Passou agredir com palavrão só ela que mandava deixando ele pra traz.
Chegando a casa em furacão era um anjo de Satanás.

Ele ideou no correr dos anos avisou autoridade não agüento mais.
Botou fogo na casa e carro matou cachorro e todos os animais.
Foi resolvendo tudo de vez cinco tiro encerrou os rivais.
Ele também se suicidou horrores que balançou até as capitais.

Ela grávida de filho gêmeo sem ele ser o fio da meada.
Cunhada também ferrenha morreu na mesma salada.
Cinco cadáveres ali jaziam todos viu a emboscada.
Ao fazer investigação não foi ciúme foi vida acabrunhada.

Sirva de exemplo que riqueza é ingrata se mulher fechar a estrada.
Pais ricos em Minas Gerais foi começo da laçada.
Dinheiro ganho em metamorfose colheu safra dobrada.
Riqueza não sendo concreta sem Deus você não tem nada

Composto em 2 de outubro de 2006 – às 10h43

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments