Penitenciária do bom Cidadão Declamado

Neste tempo moderno quem tomam cruel decisão
Com seus estudos avançados É mais bárbaro que um leão
Até marido com mulher .chegam tomar uma suja ação
Jogando filhas lindas pra janela  Pra vim espatifar no chão
Autoridade fazendo o cerco  mais ambos  só sabem dizer não.
Através de sangue se comprova  com fina investigação
E presos com suas brutalidades.cínicos sem pingo de razão

Cantado
Vive sempre recordando  Dos tempos  preciosos e bom
Autoridade deu uma pena leve Com advogados na decisão
Podiam deixar ver o sol  raiar ver nosso  Brasil lindo verdão
E por doutores rachar pedras com custódia e obrigação
Ou dar uma pareia de burros  fazer arar terras nos grotão
É o que passam lavradores condenados da mais dura profissão
Trabalhar sem ter apoio em seu algoz Isento de justiça proteção
Doze horas e os anos todo isolado  sem advertir em associação 
Fazer criminosos imitar fazer chorar ao ver calos na mão
A criminosa Sueli lamentando   com suor  ela e o bárbaro Sebastião 
Essa é a mais caustica penitenciária  onde os marechais traz nosso feijão            
Lavrador morrem seco  La na roça e vê o sol na prisão de bom cidadão

Em 19/12/2009

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments