Biografia no Tabelião (Guarânia)

Nossa vida engatinhando mamando no mesmo peito.
Somos primo duma casa pondo acima o respeito.
Imaculado coração no amor nós demos um jeito.
Dormia na mesma cama na escola depois no eito.

Fomos até ao casamento nosso amor  um colosso.
Mais fui chamado pro exércitos pra servir em Mato Grosso.
Deixando a minha amada em choro em alvoroço.
Quatro meses de casado e mais um filho no esboço.

De tristeza ela morreu com a notícia voltei atrais.
Voltei de trem desesperado no distrito de cardeais.
Desembarquei em Indaiatuba o caso pra mim foi demais.
Chegando em  minha casa mais outros golpes fatais.

Meu pai com gripe espanhola e outros também com a infecção.
Meu coração arrebentado acompanhando mais dois no caixão.
Mandei comprar mortalha no campo cascavel picou meu irmão.
Pra mim não restou mais nada fiquei louco sem ação.

Sirvo de caçoada do povo das ralés da população.
Tornei andarilho de rua história esta em tabelião.
Óbitos de cinco parentes registrados em certidão.
Do amor que eu tive da infância espero na ressurreição.

Composta em 8 de novembro de 2006 – às 10h02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.