Cruel Caminho (Guarânia)

Chorou, chorou com minha ausência chorou,chorou pedindo clemência.
Chore, chore, chore lembre quem dava conforto chore, chore ,chore pelo amor que está morto.
Chore, chore,chore por quem fazia perder o sono ,chore,chore no final do abandono.
Chore, chore,chore odeio a sua traição, chore, chore trepidando o coração.

Chore, chore, chore pelo amor que em sérios apertos hoje arrependida dum afeto sem concerto.
Nem que eu veja num caixão por entre as velas coração limpo jamais pensando nela…
Chore, chore,chore mais troque seu destino, chore muito por seu amor que foi tão masculino.
Chore na carência de quem te dava carinhos chore e suma no seu longo e cruel caminho.

Composta em 5 de outubro de 2006 – às 7h55

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments