Drama Familiar (Guarânia)

Margarida vivia num inferno em vida com maconheiro surrando constante.                                                                                                                                                                              Dois filhos adultos mais uma recém nascida abandonaram tudo e foi em terras bandeirantes
Por trinta anos que deixou sua riqueza filhos bonitos jóias em diamantes.
Apertando a saudade voltou na aldeia empolgando vida familiar que perdera antes.

Já existiam netos que não os conhecia choque favorável, porém emocionante.                                                                                                                                                Viu um filho rico e filhas juízas e na comarca eram atuantes.
Ela pobrezinha aos pés das meritíssimas contou uma história muito interessante.
Seu ex marido com anos de Aides na comunidade ainda era maçante.

Doutoras radiantes com sua mãe pra ela alugou um bangalô.
Pra terem acesso com sua mãezinha amor materno parece que restaurou.
Mais um choque afeta as juizas a sua acolha pouco tempo durou.
Acharam à mãe morta e bilhete escrito com ela encontrou.

Dizia morro em constrangimento por tudo que na vida destino preparou.
Doutoras ao ver a tragédia saibam que as duas também suicidou.
Morreu toda família por esse drama que o mundo ingrato sem dó aprontou.
Saibam que a união familiar coisas melindrosa que nosso Deus implantou.

Composta em 9 de novembro de 2006 – às 8h09

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments