Flor Desfolhada (Guarânia)

A sede do meu coração foi atingida por uma granada.
Granada do seu desprezo isso não posso agüentar.
Tudo o que eu tinha na vida resumiu ficou em nada.
Igual flor desfolhada minha vida é só chora.

Vejo você em todos os cantos contrastando o que aconteceu.
Alegre aproximando e beijando fatigada.
Desespero toma posse, pois o teu amor recolheu.
Ternura que ofereceu evaporou virou em nada

Sem seu amor sou um fracassado  sou de nada sou invisível.
Deixarei de existir sem seu amor é impossível.
Com você serei tudo nunca você encontrará amor  igual.
Nesta terra desprovida que não faltará rival.

Como eu sonho acordado ninguém pense que eu estou louco.
Sou louco de amor por ti desprezando mais eu te quero.
Almejo felicidade eterna nesta terra que duramos pouco.
Nosso destino vão e oco ansioso de amor eu te espero.

Talvez o meu coração com você volte a ter cura.
Daquele mundo abstrato estou ansioso pra ver o fim
Quero ver-te você bem suprida daquilo que você procura.
Põem fim na minha amargura vivendo sempre só pra mim.

Composta em 22 de outubro de 2006 – às 15h27

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments