Fracasso não Interesso (Guarânia)

As quatro da madrugada viagem estava marcada.
Com as malas arrumadas fui esticando o esqueleto.
Na festa vou deixar saudade longe noutra cidade.
Cantaremos a vontade é coisa que eu prometo.
Sou cantador de fama notícias boas derrama.
Vou deixando a linda Ribeirão Preto.
Cantamos com categoria onde inveja porfia.
Cantamos com alegria não somos de ajuntar gravetos.
Depois que a função termina tomamos chopes na cantina.
Abraçando as meninas deixamos o churrasco no espeto.
Deixamos a nossa terra a juventude ficou em guerra.
Lutando por nós toda na linda Ribeirão Preto.

Noticias vão no celular para ela se acalmar.
Deixando de brigar boas notícias eu prometo.
Brasileiros acolhedores sejam lá de onde for.
Mostramos nosso valor explodimos no soneto..
Não somos imigrantes nesta terra bandeirante.
Sou estabelecido na linda Ribeirão Preto.
Gosto de paz e harmonia com nós ninguém arrepia.
Por ser campeão de cantoria não bagunço o coreto.
Com garganta de cristal no âmbito nacional.
Ainda não nasceu outro igual  e sem ferrugem de brometo.
Com meio século de sucesso fracassar eu não interesso.
Quero estimular  a linda Ribeirão Preto.

Somos iguais dois canários nós somos o relicário.
Com os peitos extraordinários não cantamos em ale greto.
Meus colegas eu respeito toda diplomacia aceito.
Tenho sossego quando deito, pois em nada eu acometo.
Que minha terra tenha medalhas e minha fama não falha.
Dou nome aos tradicionais da linda Ribeirão Preto.

Busquem notícias de minha amada saudade desgraçada.
Ela esta sossegada na cidade de Barretos.
Jogo o sucesso fora descubram onde ela mora.
Despacho vocês agora pago todo frete e carreto.
Sem ela no território parece ambiente de velório.
Só quero alegrar minha linda Ribeirão Preto.

Composta em 10 de novembro de 2006 – às 15h16

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments