Lado Oposto (Guarânia)

Com o decorrer dos tempos tanto sofre que aprende.
Só depois que o petróleo sem extintor acende.
Edifícios sem planejamento inesperado quando pende.
Rachadura na totalidade não percebe quando fende.

Eu tinha estudo pago pelo deputado José Mendes.
Mais dirigi em lado oposto igual vagão que desprende.
Fingindo de distraído surdo bom conselho poucos que entende.
Fui rebelde teimoso quando os bons amigos repreendem.

Queria ser dono da verdade com tudo eu fiz contende.
Quando eles estavam no almoço eu já tinha feito o merende.
Negligenciei toda ajuda que ofereceu o Rezende.
Eles preso no banheiro eu folgado no alpendre.

Com o tempo fui vencido hoje ninguém me defende
Terminei na estaca zero e sucesso ninguém vende.
Tornei igual seqüestrador que em força maior se rende.
Igual fracasso de bandoleiro que fracassa no encomende

Composta em 9 de novembro de 2006 – às 8h28

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.