O doce Conhecido (guarânia)

Em minha terra eu não nego a fama ou raça.

As meninas bonitas me rodeiam eu faço graça.

E num quarto de hora faceira já me abraça.

Conhece-me eu a Raios X porque sou boa praça.

 

Tendo baile nos dança ou tomamos uísque e cachaça.

Todo dia é nova ventura enquanto o tempo passa.

Fico de fogo incendeio tudo não deixo restar fumaça.

Sou conhecido sou doce de coco amoroso e tenho taça.

 

Sem dar pensão familiar eu namoro só senhora  e ricaça.

Todos os filhos a que aparece é presente que elas caça.

Filhos crescem robusto sadio é custeio que tem maça.

Dizem muito obrigadas e não fazem de pirraça.

 

Composta em 1/12/2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.