Parece Tudo Azul (Guârania)

Vejo você no horizonte vejo suspensa nos ares
Vejo no orvalho das roseiras enfim em todos os lugares
Vejo gordinha a maçam do teu rosto dentes sorrindo mostrares
Sonho e acordo e vejo você vestida das cores dos mares

Parecendo estar tudo azul Mas tenho sofrimento a relatar
Tiro do interior do coração angustia extrema por te amar
Desde nossa triste separação mudou completo o antigo lar
Só você que radiava alegria hoje estou num forte temporal

Pensamento inteiro ocupado sem te esquecer um só segundo
Escolhi você pra companheira primeira e única do mundo
Choro e recordo os passados parece hoje que estou num profundo
Volte enquanto facilita que estou quase moribundo

Sem pé nos empreendimento a zero está minha profissão
Será mentira que me amava deixando eu na confusão
Estou sem notícia favorável e castiga meu coração
Venha amar enquanto facilita porque aproximo do caixão

Composta em 30 de outubro de 2006 – às 11h51

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments