Silencio do amor (guarânia)

Mais uma tarde chega ao fim o sol desce e lagrimas com o jus.
Porque seu fim hoje foi de companhia imensos vivos precisando de sua luz.
No rio Itararé as andorinhas companheiras escolhe a gruta da barreira.
Porque acaba de esconder meu privilégio empanturra de prazer.

Neste canto de Itararé reservado da nação tem terapia ao frágil coração.
As andorinhas têm som consolador pra quem desilude de amor.
Nosso refugio andorinhas sem igual vocês feliz não sofre mal.
Alegro com vocês mais triste igual o sol choro olhando o arrebol.

Vai o sol triste amanhã alegra Andorinhas desperta no amor.
Eu também vou sem companhia sem sol sem andorinhas no silencio do amor.
Só vocês andorinhas cura minha solidão vocês tranqüila eu apavorado.
Volta a dor do desprezo ingratidão noites despedaçado isolado.

Dia 7 de julho de 06 Hora 12.08

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments