Subúrbios da Capital (Guarânia)

Correm a tarde e de madrugada , no subúrbios da capital.
Até a noite estão na jornada ,das industrias para os seus lares
Subúrbios atinge o metrô e coletivo acostuma com o sufoco.
Metalúrgico ou camelô cedo e tarde correria de louco .
Nervosismo vem a tona cada um quer se desabafar.
Pode haver desconto nas horas ,não pode ser pontual.
Desde a Luz e Julho Prestes, correria total

Vida encurta a corrida evapora nosso jornal.
Stress e vida fácil parece acostumar.Antes que a vista embace precisando aposentar.
Quero comprar um sitio distante da capital .Divorciar deste veneno Antes que acabe de matar .Estou paranóico sem ação com esta vida agitada .Com diabete hipertensão .
Família esmiuçada .Alimento com Diazepan, numa casa trancafiada.
Sem esperança do amanhã .Com uma vida desesperada.

Composta em 27 de agosto de 2006 – às 14h04

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments