Talentos do Augusto (Guarânia )

 

Criei-me com leite de cabra me orgulho em ser robusto.
Na profissão de cantor com gargantudo não me assusto.
Canto de peito largado e tenho reserva de busto.
No amor eu sou vanguarda sem fazer conta de custo.

Faço modas de sucessos e as meninas eu deixo nos lustros.
Dou valor para as meninas no amor na sou injusto.
Por isso minha fama rola e no caminho não levo susto.
Meu Deus não alivia as mãos protegendo o Augusto

Quem invejar do meu sucesso ele seca atrás do arbusto.
Surpreenderá em pouco tempo com os planos ficando adusto.
Ou sai com brasas no seio suicida louco num lacustro.
Nunca mais vem perturbar o talento do augusto

No amor sou vitorioso não levo em conta os custos.
Sou um leão que não tem medo meus sucessos não ilustro.
As meninas não escapam dos dentes do mangusto.
Meninas em guerras mútuas disputam os galanteios do Augusto.

Composta em 12/11/2006 Hora 10;10

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments