Vanguarda do Amor (Guarânia)

 

Teus cabelos me enlaçam teus olhos me envenenam.
Mas teu coração hospitaleiro sem piedade condena.
Teu corpo deixa em delírio nas manhãs fria serenam.
Meus pensamentos vagueiam sem o amor desta morena.

Quero enlaçar-te num beijo a sua boca pequena.
Vê se conheceras o teor e de mim singela pena.
Espero com segurança mantendo ligada a antena.
Você meu anjo encarnado aqui nesta vida terrena.

Nos tempos maravilhosos levando uma vida plena.
O amor que eu tenho por ti não troca por centenas.
Não quero desconfiança todos os ciúmes nós drena.
Com futuro feliz os nossos planos nós drena.

Confio em sua castidade somos iguais um casal de hiena.
Ninguém analisa o desespero quando a sua mão acena.
Na vanguarda do amor nossos corações coordenam.
Sem conseguir distanciar do amor de Madalena.

Composta em 2006-10-12 Hora 11:58

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments