Aliança de Ouro (Moda de Viola)

Por causa da minha amada nada mais compreendo
Passo o tempo pensando nela nem fogo eu acendo
Quando almoço não janto todo dia não merendo
Se apertarem a campainha de modo algum atendo
O mundo me dá lição eu sei que não mais aprendo
Sei que meu coração dispara e fico tremendo
Todo lado que eu olho  teu semblante estou vendo
Igual juriti na mata meu soluço sai gemendo

O meu pobre coração  parece não haver remendo
Saúde vai decaindo meu interior fica só vendo
O sangue racionado nas veias não está correndo
Aos poucos vai emperrando cada vez mais encolhendo
Com desprezo fracassado apressado corroendo
Deseja sossego de harmonia descobre o que estou querendo
Sinal precoce de velhice também vem aparecendo
Nossa felicidade desorienta esta morrendo

Uma carta de carinho engenhosa  estou escrevendo
Percebi que sem você continuo só sofrendo
O maior dos sacrifício por você estou fazendo
O  trabalho além das forças continuo não podendo
Um plano bem diferente já estou resolvendo
Comprei móveis de casa com um custo estupendo
Um par de aliança  de ouro  na loja eu encomendo
Para nosso casamento e todos ficarão sabendo

No domingo bem cedinho quando o sol tiver nascendo
Tiro carro da garagem no posto vou abastecendo
Solto ele no asfalto em mais de cem vou correndo
Para ir logo buscar sei que disso entendo
Sem você do meu lado de teimoso estou vivendo
Estando ao meu redor vereis um jardim florescendo
Anjos dizendo amem de lá do céu vem descendo
Nós dois em felicidade mundo inteiro fica vendo

Composta em 23 de julho de 06 – às 19h33

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
silvia

Boa noite tio.
QUEM DERA SE OS JOVENS DE HOJE GOSTASSEM TANTO DE LER COMO O SR.
QUEM DERA SE A JUVENTUDE SE INTERASSEM POR RUI BARBOSA.
QUE BOM SERIA, UM ABRAÇO COM TODO CARINHO…..