Campo Santo (Moda de Viola)

Itararé viajou para o sul neste recanto fez tua morada.
Milhares de municípios no país vêem Itararé fica envergonhada.
Igual ao passado sua paz é constante Quando nossa pátria foi premiada.
Expulsando os resíduos que existem piratas e aventureiros trocou a estrada..
Aqui à silencio na agricultura  e comércio  e  na política organizada.
Silencio na cultura e saúde também em nossas estradas.

Outros setores igual o campo santo silencio e ninguém não diz nada .
Progresso em todo Brasil e nesta região ninguém interessada.
Pedido ao nobre presidente que leis favoráveis sejam assinadas.
No silencio só cria vampiros atacando em nossas cochiladas.
Boas notícias de outros recantos e nossa terra são castigadas.
Aonde há progresso sem desemprego noutras cidades é alcançada.

Sono que existe aqui não cessa peçonha foi a noite também madrugada.
O Jeca Tatu sara dos vermes nocivos  se forte terapia for logo e bem aplicada.
Se o gigante Sansão em suas proezas zelar por esta terra abençoada.
Itararé será município potente se os neurônios acertar as encruzilhadas.
Sempre a solução é agricultura se a sagacidade for fomentada.
Terras férteis sem morros e pedras produtivas e não é alagada.

Latifúndios se emendem no tema terra ociosa tem de ser cultivada.
Fazendeiros que não planta um pé de couve só terão flores na sepultura plantada.
Ainda são outros que irão plantar nem lá suas mãos não são sujadas.
Terras que embalava o progresso de Itararé no, entanto está amarrada.
Lembrem onde hoje estão os donos de sesmaria onde a vida foi encerrada.
Só resta a sepultura luxuosa extensão territorial não serviu para nada.

Composta em 10 de agosto de 2006 – às 21h15

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments