Fora de área (Moda de Viola) ou (valseado)

  Fora de área (Moda de Viola) ou (valseado)

A sua órbita revelou. No site do Meu computador.
A mil parsec num observatório. Focalizo a minha dor.
Mas a distancia não rompe. O meu grande amor.
Porque em meu coração flui. Na esperança dum vapor.

Espero sim sua volta. Amando como antigamente.
Sua órbita ignorada. Igual uma estrela cadente.
Apesar da distancia. Você esta perto de um amor inocente.
Meu coração é nobre infiltra. Deixando feliz no regresso permanente.

Contrato a nasa para buscar. No interior do infinito.
Mas a três metros distantes. Mas estou num abismo esquisito.
Escutando tua vós a cobaias. Que não passam de parasitos.
Volte a mim imediatamente. Sem desprezar nosso amor tão bonito.

Necessito do seu amor. Não me deixe fora de área.
Sem você jamais posso viver. Com vida morta solitária.
O único oásis que restou fundiu. Torna a vida tão precária
Três metros distantes são infinitos. Oi que vida ordinária.

Composta em 2008 as Horas 10: 00

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments