Matar a Charada (Moda de Viola)

Todos sentem emocionados ao cantar o hino nacional
Dentre todos os paises do mundo não existe outro igual
Terra fértil ares puro na extensão territorial
Mas logo imita a África com a fome dum grande mal
Viram só parasitos políticos na luta infernal
Desespero se apodera em toda a classe salarial.
Só ficam em debate e plano e notícias de jornal
Ricos ficando mais ricos na classe industrial.
O mar de duzentas milhas é outro Brasil em quilômetros quadrados.
Milhões de quilômetros de terra celeiros podem ser ampliados.
Vinte quilômetros de ares que pode ser aproveitado.
Agricultura, garimpo, pecuária nos mares existe pescados.
Mas a misérias se acelera nos centros aglomerados
Aumenta a população em aperto e fome sem ser desatado
Reforma agrária em prisão é perpétua veja e fique anotado.
Brasileiros otimistas em busca de bons resultados.

É o maior que os paises europeus sem contar subsolo terra e ares.
Inclui patrimônio que outros não têm em duzentas milhas de mar
Onde todos os pobres poderiam ter fartura em seus manjares.
Meia nação despovoada se  a charada tu matares
Devia unir-se como um só braço e voz e as forças militares.
Quase 200 milhões de viventes suficientes pra lutar.
Preservar a ordem e progresso se na terra trabalhar.
Braços bem unidos sem guerra ou terremoto pra estragar.
Para o bem de todo o mundo choro luto esfolo
As coisas saindo errada eu fico triste e me amolo.
Se eu vir aparecer coisas boas danço jubilo rebolo.
Surjam homens inteligentes governando nosso solo.
Venha Fernando Henrique ou Lula ou Fernando Colo.
Surja gênio no Brasil gente boa de Miolos.
Isolem as rotinas centenárias iguais tranco de monjolo.
Mas é só no Rei eterno divino que eu regozijo e me consolo.

No Rei no de Jesus Cristo ninguém morará em caverna.
Só de idéia aguçada repentina que sabe usar braços e pernas.
Sem camisinhas de esperdício sabendo usar o poderoso esperma.
Haverá gente trabalhador derretendo os palermas.
Onde os miolos de mamão jamais de mentira inferna.
Derrete todos os falsos mentirosos inativos a hidra de lerna.
Ficando os mansos protegidos dentro da casa paterna.
Porque o nosso criador presenteia com a vida eterna.

Composta em 08 de outubro de 2006 – às 9h56 

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments