Mudança de Batente (moda de viola)

Cambada fazem pilhérias da minha vida de indigente.
Não descobre a profundidade quem eu era antigamente.
E pode acontecer na íntegra muito mais aos incompetentes.
Fui o maior rico da comarca o maioral dos inteligentes.

Nosso caminho fica incerto com mulher em nossa frente.
Burguesa corroeu até a raiz depois saiu reluzente..
Fui atiçado na sarjeta chorando amargamente.
Delírio aprofundou não desata avança e me fazendo frente.

Carinhosa e amava na retaguarda o aguilhão estava presente.
Espaço se um tiro de espingarda ideia fundiu e sou dolente.
Ela saindo podre de rica morando em outro continente.
Mundo rindo de meu fracasso com a mudança de batente.

Peçam a Deus que livre vocês deste ato inconveniente.
Que Deus abra as comportas desses tipos fique ausente.
Podem um dia querer imitar mais não caia nesse pente.
Poucos suportam a metamorfose suicidam em aguas ferventes.

Composta em 24/9/2014

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments