Adélio Carlini Rasqueado Elixir Danificado (Rasqueado)

Elixir Danificado (Rasqueado)

Nossa terra existe não só palmeiras mais também paz e amor.
Fora Há guerra terremotos e máfia mais aqui há dragões e sucessor.
Temos planície também colinas produzem alimentos em escala superior.
Nossa terra não fabrica destruição bombas atômicas é do exterior.
Aqui tinha sabiá, muitas aves no gorjeio estrelas brilhantes marcha em fulgor.

Evapora no ninho derrete no saguão chumbo nas culatras completa o dissabor.
Porque nossa ultravioleta pra nós é elixir quatro mil praias oferece primor.
Mensalão em nudez há limpeza com álcali sol que brilha e nuvens enfeitam o valor.
Os espermas com rapidez e inteligente concebem mais também com as dores.
Dragões que lança fogo igual vulcão seu dia chega às mãos do Criador.

Já temos petróleo e sem deserto temos álcool sem neve mais só mensalão
Coleções de taça dos reis da copa tiveram início do inventor de avião.
Osvaldo Cruz perito em outras áreas tem enciclopédias das profissões.
Butantã do ilustre Vital Brasil é de São Paulo que orgulha a nação.
Temos quem dedica dia e noite incansável emprestando e dando couro a favor dos irmãos.

Precisam ainda de guerra contra as drogas e veloz antes que a terra deteriorarize.
Tolerância tem de ser isento não deixando que haja os deslizes.
Não chorem leite derramado ignorando que não ouve quem os avise.
Senão tem de construir mais faculdades pra formar psiquiatras quanto o precise.
Memória fraca contamina e fica rústico pululará só de mongolóide sem revise.
Fulmina os eruditos do futuro empobrece a terra abaixa zero o nível.

Nossos charcos produzem arroz nos planaltos soja milho e trigo.
Nas depressões montes é pinos e faunas na botânica astronômica que digo.
Somos o maior produtor de ferro outros minérios em jazigo.
Temos um mar de duzentas milhas temos gados na geodésica em abrigo.
Dois Brasil de terra e mar use o crânio sem haver perigo.

Quatro estações que aqui em floresta ainda a população tem perigo
Embora a primavera esteja em flores a matilhas de cães e jeitão de brasileiro amigo
O rio amazonas assusta o mundo parece secar a qualquer momento
O rio Paraná e São Francisco deixa governo louco em tormentos
Suas ganâncias estragam o globo que Deus fez com os dedos o firmamentos ( sal 8)
Querem pousar na lua e Marte pensa que a terra vai encerrar o alimento
Mais Deus vai agir veloz  e sábio destruindo os frágil péssimos  elementos
Riquezas ouros e pratas poupanças e salários não garantirá mesquinhos sustentos

Aqui não temos tapete mágico mais tem liberdade de religião
Aqui na verte sósia de Hitler ou Mussolini sem traidores de inquisição
Verte sim esquizofrênico e paranóicos beato carolas fariseus  imensurável sem ação
Onde há ateus que são ausentes fogos no seio assustará o mega na combustão
Não resolve com dinheiro ou com desculpas com a C.P.I de averiguação
Sem tornar fazer depósitos em cuecas que a polícia revista dentro e fora do avião

Composta em 29 de novembro de 2006 – às 11h15

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdo relacionado