Porto Feliz nos Anais (Rasqueado)

 

Porto Feliz lugar sagrado onde me criei.
No Brasil inteiro outro igual não encontrei.
Astro Rei tem mais pacificidade sempre notei
Nascendo atrás da serra mão santa que te fez.

Sol e lua com nascente e poente é sem igual
Cruzeiro do sul nesta terra dando sinal.
No desenho geográfico adornado pelo celestial. 
Reserva o cantinho belo nesta terra universal.

Estou falando gemendo numa prisão solitária.
Quarenta anos preso em ti observo gloria extraordinária.
Porto Feliz escolheu o recanto para obra literária.
Foi (araritaguaba) com bandeirantes escolhas balneárias.

Quarenta anos te observo por entre as grades.
Lembro do rebanho feminino choro de saudade.
Lindas meninas mostram ao mundo disparidade.
Sendo as maiores miss escolhida pela divindade.

Quarenta anos prisioneiro, pois aí não moro mais.
Sem esquecer dum povo merecido nos anais.
Imprensa e tv anuncia reporte  de jornais.
Porto Feliz minha lastima ausente não satisfaz.

Composta em 9/7/2006

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.