Escolha do Amor (toada)

 

Mil e quinhentos caxango. Arribei cedo de Araçatuba.
Depois de muitos dias eu cheguei em Angatuba.
Despedi da peonada e fiz a venda da boiada.
Ao conhecer uma cunhantã. .Numa festa em rechã.
Desisti da profissão.  Levei ela morar em Sorocaba.

Minha vida completou Desiste em ser dessultório.
Aconteceu algo notório Porque com o meu casório.
Na riqueza extasiava, ela muito feliz me esperava.
Dedico a vida só em amor. No mundo vivia se batendo.
Comprando gado e vendendo. Sofrendo e nunca gozava.

Em meus decênios perdido. Hoje acelero a felicidade.
Abri olhos de verdade. O que perdi na mocidade.
Rico num mundo oco, num instante a vida mudou.
E a família toda rodeia.  Eu conto sem fim experiência.
Eles notaram minha competência na escolha do amor.

Composta em 18/7/2006.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.