Toca do Coelho (toada)

Fui premiado com uma morena. Lá do bairro do Botelho.
Nós da mesma profissão. Nas minúcias eu me assemelho.
Mais as nossas divergências. Foi por impedir a toca do coelho.
Daí eu fugi de madrugada. Pra não entrar no vermelho.

Acontecido de milhares. Fui mirando no espelho.
Ela queria nadar em jóias. Pra muitos pedi conselho.
Dinheiro rodou de enxurrada. Pra mim habitar na toca do coelho.
S.P.C me esporeando Fugi pra não entrar no vermelho

Querendo amaciar o motor do carro. Com sofisticado aparelho.
Acostumado em vida larga. Depois só ranço de fedelho.
Vi um preço exorbitante. Sem usar a toca do coelho.
Fiz economia sagaz Pra na entrar no vermelho.

Consultei O.A B de advogados. Contratei o bacharel Amélio.
Desertei livrei do fórum. E das unhas do juiz Aurélio.
Adélio Fez uma madrugada. Divorciei da toca do coelho
E sou confiante sossegado. Nunca mais lembro do vermelho.

Composta em 2/2/ 2007 Hora 12;11

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments