Aprendam o segredo (Valsa)

Você que anela a liberdade. Torna algozes  a vida  de preso.
Mas podemos curar nosso coração. Pra que permaneçamos ilesos.
Arfando o Todo Poderoso. Tenha sempre um fogo aceso.
Na sociedade faz uma frente. Sem ser uma pessoa de pessoa.

Vinte e quatro horas tornam mais de cem. Olha paredes sem alegria.
Vinte anos parece cem Quando é só sete mil e trezentos dias.
Ao libertar torna inútil doente. Sem recurso de psicologia.
Mundo veio aprendam o segredo. Se corrijam tendo a bíblia de guia.

Para  Deus não  haverá limite. População ele atende depositando nos seio.
Provem todo mundo com bom resultado. Porque o mundo está sujo em todos os meios.
Querem ter poder sem amar teu próximo. Porque o dinheiro esta no permeio.
Só um reino que Jeová os constrói. Deixa a terra limpa no asseio.

Quem quer o mal do irmão de Sangue. como esfregamos simuliídeos.
Só liberta se nascer de novo. Daí teu poder não fica em resíduo.
Senão é eliminado dos viventes. Novo ambiente é seu assíduo.               
Jeová tira seu galardão de poder Tua campa permanece em presídio.

Composta em 25 de setembro de 2007 – às 13h36

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments