Na Juventude eu Reverto (valseado)

Na Juventude eu Reverto (valseado)

Sondo o seu andar de faceira sond o seu corpo de violão
Sondo se tem amor por mim parece que ainda não.
Mais por você estou louco e quero seu meigo coração.
Minha vida vai acabar aos poucos sem você em meu colchão.

Meus pensamentos são constantes quero você para meu enxerto.
Ter filhos com esta linda flor e fazer tudo no acerto.
Sem ela estou muito pobre com ela é o fim dos apertos.
Quero felicidade contínua com ela na juventude eu reverto.

Com ela o velho ficará jovem mais com oitenta anos incompletos.
Nosso jardim ficando florido o que vale é ela por perto.
Que o mundo passe e pode ir corroendo amor infalível oferto.
Porque nunca ela vai ter amor se distanciar do Roberto.

Composta em 25/9/2011

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments