Regresso do Amor Antigo (valseado)

Aguardo a volta do amor com preparo dum festejo.

Matei  trinta bois cevados como todos os seus desejos.

Com duas semanas em festas fermentando todo vilarejo.

Na felicidade duradoura é aquilo que eu farejo.

 

Tristeza estava matando na espera de seu cortejo.

Estou aguardando com emoção vou aproveitar todo ensejo.

Com velhice sou mais amoroso não esqueci o manejo.

Vou chorar junto dos amigos renovando os meus almejos.

 

Insônia deixa a noite longa  sustentando no latejo.

Com novas poesias virtuosas porque  a música não solfejo.

Do meu amor só ela quem sabe como ama um nato sertanejo.

Seu celular com as mensagens o tempo todo eu rastejo.

 

Pra passar noites angustia tomo chá de cidreira e poejo.

Quero agora amor intenso Descarto o amor no varejo.

Meu amor que era manteiga é transformado em queijo.

Portanto com a sua presença não me contento só com beijo

 

Composta em 28/12/2013

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments