Tarzan Anêmico (valseado)

 Sou um galo afinado que se despediu cedo da rinha.

 Sou um zero às esquerdas Sou um trem fora da linha.

Tive uma vida feliz casando com uma cerradinha.

Nosso amor mútuo em carinho cortava ciúme para as vizinhas.

 

Tinha apelido de Tarzan hoje não ergo nem uma sardinha.

 A vida foi de roldão  porque ela tornou foi mesquinha

Entrava no chuveiro e insultava voltando de pose peladinha.

Mais era pra exibir riqueza com esse tipo de fusquinha

 

Mais se eu dela aproximasse trovejava ladainha.

Lá vinha ciclone e tufão jamais eu tirava farinha.

Comigo tinha stress e depressão mais lá fora é uma rainha.

Mais não quero ter vida de galo quando a esposa é uma galinha.

 

Fui quebrador de facão agora derreou até a bainha.

Com tantos chifres cabeça de escova assim que a vida caminha.

Mais na consciência ela tem saudade do vasto amor que continha.

Mais a saudade só multiplica porque amava mesmo a Candinha.

 

Composta em 9/11/2013

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments