Coração Indizível (Vanerão)

Milhões de mulheres não valem mais nada além de uma que eu escolhi
Mulher que me amou e agradou aquela que eu tanto sofri.
Mas desprezou  por um outro qualquer  por algo que eu não podia dar.
Mas tal  é isento de amor e o atrativo dinheiro  vai se acabar.

Num baile de aniversario   engodou em fim  consumou .
Ela caiu em conto de vigário a grande farsa ela não notou.
Seu doce beijo em minha presença consumiu e também me desnorteou .
Traição que não pude vencer a lei suprema que a mim decretou.

Outras mulheres no meu encalço .desprezo enxoto não dou valor.
Só espero que volte ilesa e que o bandido não denote terror.
Receberei de braços abertos  ampliando nossos antigos amor;
Sintonizando  um coração singelo pois é honesto  de infalível pudor.

O camisolão que tirou de mim.do melhor é morto não venha que não tem .
Leva ela passear de carro em mordomia engana  chama ela de meu bem.
Faminta ela recordará o passado volta inteirinha eu inteiro também
O candango raptor devolverá ela carente de amor chorando de amor sei que vem.

Composta em 16 de setembro de 2006 – às 12h49

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments