Adélio Carlini Xote Leque do Pavão (Xote)

Leque do Pavão (Xote)

Antes que falhe a memória vou contar mais uma história.
Dentro de muitos milhares que compõe o repertório.
Quero que venha a tona porque gostei duma dona.
Por ser muito importante que o fato tornou notório.
O microfone soou minha voz encantou.
Ela pulava cantava sentada no auditório.
Uma hora após ela e eu estava a sós.
Namoro já formado dentro do meu escritório.

Moça rica educada uma doutora advogada.
Filha estimada do doutor José Vitório.
Professora de Faculdade distante da cidade.
E mora em Curitiba com seu irmão Lindório.
Neta dum rico fazendeiro maior dos boiadeiros.
Pois é neta única do senhor Francisco Osório.
Pra aumentar minha riqueza ela estendeu na mesa.
Oitenta escrituras de terra e bastante assessório.

Foi apertando eu com jeito agasalhado no seu peito.
Voz meiga e suave convidou para o casório.
Tive choque muito agudo fiquei cego surdo e mudo.
Abalou a extremidade do sistema circulatório.
Seu vovô viu meu aperto prometeu novo acerto.
Alegria dominava todos estavam eufóricos.
Vi que não havia jeito coração grudou no peito.
Fiquei ileso e preso nesta ordem compulsório

Depois de passar sufoco deprimido quase louco.
Resolvi repousar inerte três dias em conservatório.
Não sabia como agradecer o que acabei de receber.
Uma festa prolongou com grande congratulatório.
À noite fiquei acordado olhando para o telhado.
Com idéias empolgadas dentro do dormitório.
Minha idéia aprofundou sem querer transformou.
De vida de cantor em diversificado empório.

Surgiu como tempestade amor forte e amizade.
Fiquei suspenso indefeso no cume dum promontório.
Com ordem superior conquistei o meu grande amor.
Integrei com advogado num OAB imigratório.
Curou minha depressão e solidão abrindo o leque do pavão.
Ela fez o que devia no complicado ambulatório
Amor de enorme tamanho impossível ficar estranho.
Nesta hora bendita não aceitei moratório

Composta em 13 de outubro de 2006 – às 10h49

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdo relacionado