Resoluto do Produto (Xote)

Sou Catarinense o povo que na pense que aqui nos não vence.
Moro numa cidade, que é barbaridade tem garotas a vontade.
Que estuda em faculdade há entretenimento nesta cidade de Mafra.
Não fazemos arruaça, pois elas amorosas me abraça não gostam de cachaça.
São achegadinhas fazendo fusquinha e chegadinhas em garrafa.
Não tenho restaurante mais elas são galantes e tudo elas garante.
É importante perto do meu volante meu carro é bem possante.
É Chevrolet do ano, igual aeroplano saio igual águia voando,
Viagem de milhares de léguas posso ir até Biafra.
Este meu capricho jamais irá pro lixo consulto no jogo de bicho
Dentro de doze horas tudo em meu favor estoura fisgo na espora.
Deixo elas em convulsão ou desmaiado numa estafa.
Fui lá no estrangeiro no meu estilo faceiro comprando só a  dinheiro
Perseguido foi dum suave cheiro dum olhar morteiro
Escolhi sua boa estatura da donzela criatura igual uma girafa
Nem que digam ser relaxo eu não fico por baixo, sou muito macho.
Num serviço divertido não ficará invertido vejam os nossos alaridos
Pois eu sou igual parelheiro só tratado na pura alfafa.
Porque não sou lavrador mais em tudo tenho amor beijamos sem sentir dor
Não sou associado mais tenho mundo encantado em nada deixo assinado
Sou agrônomo de contrato estamos paralelos com a embrafa.
Falo resoluto com a belezinha no produto garantimos bons frutos
Todos ficam encantados observando a nossa boa safra.

Composta em 14 de outubro de 2006 – às 15h29  

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments