Tristeza do Jeca

Letra:

Nestes verso tão singelo
minha bela, meu amor
pra você quero contar
o meu sofrer e a minha dor
Eu sô igual a um sabiá
quando canta é só tristeza
desde um galho onde ele está

nesta viola eu canto e gemo de verdade
cada toada representa uma saudade

eu nasci naquela serra
num ranchinho beira chão
todo cheio de buraco
onde a lua fai clarão
quando chega a madrugada
lá na mata a passarada
principía um barulhão

nesta viola eu canto e gemo de verdade
cada toada representa uma saudade

vou parar cua minha viola já não posso mais cantar
pois um jeca quando canta têm vontade de chorar
o choro que vai caindo
devagar vai se sumindo
como as água vão pro mar

Vídeo:

Para assistir o clipe, clique em Play

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments