Continuação 2º parte Salmos 3-7:17 de proveito incalculável

 
São inúmeras instrução do Salmos (3:1-7:17 que por enquanto só é dado uma pequena  explanação uma recompensa é alegria sabendo que a vitória é certa e Jeová age  os maus não consegue confiar em Jeová mesmo vendo o que ele faz de bom mas de coração usando lábios cerrados ficando quietos (4) sacrifícios de justiça  é essencial para que iníquos os vejam Jeová mostrará como apóia com sua luz como fez no Egito com a luz ( (da tua face os santos daí o reino pode  deitar e dormir sossegado  todos os apoiadores em comum é melhor que fartura de cereal ou de vinho novo a segurança que é importante Salmos (3–,4:1-8 o reino tem sua própria declaração e são muitas e como há sinceridade e sabedoria Jeová entende o suspiro (5;1) o som o eco fica atrás do grito Jeová mostra suas grande eletricidade por ouvir  o clamor por ajuda e o qual a bíblia esta repleta!  Já desde a manhã é só vigiar  e ver os resultados positivo (5:2,3) o mau não vive com Jeová  mas o reino é contraste (5:4) teus olhos os santos não age de modo  maravilhoso a nenhum jactancioso.(5:5) o enganoso é destruído (5:6) o reino empanturra com a tua (benevolência) os santos, entra na casa de Jeová (5:7) e para que o reino  prepare uma grande multidão.Jeová guia na (tua justiça) os santos põem num lugar seguro o caminho não é cansativo Mateus 11:28,29 Isaías 40:29, pois não há subidas (8) o próprio conselho dos iníquos  derruba-os dispersa-os (10: língua macia nada de fidedigno  não tem fim a sepultura aberta o manancial do iníquo é só adversidade  (9) o refugio é só Jeová tem alegria é rebatido da aproximação deles quem amam o seu nome e Jeová não espera ninguém abençoa-los ele próprio abençoa o justo terreno cerca de aprovação o seu escudo é grande (11,12) o reino pede que Jeová retire um pouco sua ira porque  para com o Israel espiritual a paciência de Jeová é superior e o reino não é nada sem o apoio de Jeová! O favor de Jeová tem de externar,para outros ver pois de tanta perseguição o reino defina e estrutura óssea do esqueleto maquinário são perturbados  pela ânsia de apoio e pede para Jeová  sarar a alma do reino que é perturbada .Só com o retorno de Jeová socorrendo salva e depois de séculos! Em 1914 Jeová retornou o reino veio a tona a estrutura óssea ouve estímulo. 
   Sua benevolência (os santos) Jeová tem um trato e os cumpre  se o reino chegasse ao fim ou morto na podia   elogiar a humanidade que comporia o reino seria fulminado  mas a palavra de Jeová não volta sem resultados. O reino suspirou a noite inteira prolongada de séculos o próprio divã transborda de tanta angustia o olho do reino enfraquece envelhece o calor Satânico fez ruga macula. Jeová ouve o som do choro ou eco é afastado os prejudiciais,há confiança  no pedido de favor  pois o reino reconhece que  Jeová  aceita seu pedido de oração ,e os inimigos reconhece e rapidamente   retira a vergonha (6:1-10  a oração é constante o pedido é persistente  só em Jeová há refugio  ninguém devorará sua alma ou vida do reino. Humilha –se nele não há injustiça já que os hostil fracassou deixe-se é o que o reino faz  Jeová levanta dá ordem ao próprio  julgamento  assembléia dos grupos nacionais dos iníquos cerca-os ,Jeová sentenciará os povos de acordo com a justiça do reino na teocracia  total de Jeová  e o reino diz que sua integridade merece-os na oração o reino pede o fim da maldade e o justo terreno seja firmado Deus provará os corações e rins e os justos salvo-os. Deus é escudo salvador dos retos de coração a grande multidão  Deus  é justo juiz ,As verberações  de Jeová é constante,se não retornar ele afiará sua espada se os iníquos não retornar (Isaías 55:7
    Faz preparo para tirar os instrumentos da morte prepara também as flechas  queima alguém desde o ventre  o prejudicial  concebe desgraça  a luz da falsidade  caem no poço  que fizeram  e o reino canta melodias .Salmos (7:1-17.  

Composta em11 de maio de 2009

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments