Solitário (Valsa)

  Vejo suas roupas sujas empacotada. do dia da nossa lua de mel Em cima da penteadeira teu colar e o anel Meu lamento é sem limite felicidade como tufão passou Quinze dias nos amamos faz oito que me abandonou